Tudo sobre Narguilés: Essências, Preços e História

Categoria Geral

Introdução

As origens do narguilé são um tanto confusas, mas o mais provável, ou pelo menos a versão mais aceita, é de que ele tenha se originado na região da fronteira entre a Índia e o Paquistão. O narguilé, quando surgido nesta região, era rústico e bastante simples, feito de madeira e coco. Segundo esta versão, o narguilé foi inventado no século XVII na Índia, por um médico chamado Hakim Abul Fath, com a finalidade de se filtrar as impurezas provenientes da fumaça.

Tanto o nome narguilé como o nome arguile são utilizados em diversas regiões do mundo, como Jordânia, Líbano, Síria, Iraque, Turquia, Israel, Romênia, Albânia, Bulgária e Grécia. Originário da palavra persa Nārgil, cujo significado é coco, o narguilé pode apresentar variação na grafia para arguile sem que seu sentido se perca, já que na língua árabe é comum que a letra “n” no início das palavras seja suprimida.

história-do-narguilé

Países como Marrocos, Egito, Qatar, Bahrein, Arábia Saudita, Kuwait, Iêmen, Somália e Tunísia chamam o narguilé de shisha, palavra cuja origem também é persa, mas cujo significado é garrafa ou vidro. Em outras regiões do mundo, como na Índia e no Irã, o narguilé ganha o nome de hookah, cuja origem é do dialeto árabe e significa jarro ou pequeno pote.

O que é Narguilé?

O narguilé é um cachimbo que utiliza água para ser fumado. Seu formato, bem como a sua funcionalidade, podem variar de acordo com a região geográfica, mas seu princípio é comum em todos os lugares. No narguilé, a fumaça passa pela água antes de ser engolida pelo usuário. Tradicionalmente usado em muitos países, principalmente no Oriente Médio, no Norte da África e no Sul da Ásia, este objeto de origens indianas ganhou popularidade no Oriente Médio, sendo difundido ao longo dos séculos pelas mais diversas regiões mundiais.

narguilé-decorado

História do Narguilé

A Turquia, que durante um longo período da história foi um polo cultural da região do Oriente, é talvez o país onde o narguilé mais ganhou popularidade, já que ele chegou à região há cerca de 500 anos, tendo seu uso se popularizado entre os intelectuais e aristocratas naquela época, tendo seu design renovado ao longo do tempo. As mudanças no seu tamanho, assim como a sua complexidade, deram origem ao narguilé como conhecemos hoje. Mosaicos e pinturas foram acrescentados ao design do narguilé, conferindo a ele uma aparência mais bela e elegante.

narguilé-oriente

Com a popularidade do narguilé na sociedade turca, logo ele conquistou seu espaço nos cafés do país, tornando-se uma especialização dos atendentes daqueles comércios. Os atendentes dos cafés passaram a se especializar cada vez mais sobre o narguilé, preparando essências diversas para os frequentadores fumantes. Tal costume se espalhou pelo Oriente Médio, e o hábito de se fumar narguilé tornou-se cada vez mais comum entre as diversas rodas de debates políticos e religiosos, bem como as rodas descontraídas entre familiares e amigos.

Sendo frequentemente utilizado nas diversas reuniões sociais, o narguilé é disponibilizado no centro dos grupos e compartilhado entre os presentes, sendo assim uma ferramenta que ajuda na descontração entre uma conversa e outra. No Oriente Médio, o narguilé é associado aos momentos de relaxamento, descanso e paz.

Podemos resumir o narguilé como um instrumento de uso tanto coletivo como individual, feito geralmente de vidro, que utiliza água em seu interior e que, quando aquecido, possibilita que a água vire vapor. Diversas substâncias podem ser utilizadas para o fumo, como tabaco e ervas. Na China, o narguilé foi amplamente utilizado para o fumo do ópio, e também adquiriu um simbolismo relacionado à harmonia, hospitalidade e serenidade entre idosos e jovens, homem e mulheres.

desenho-narguilé

O narguilé é composto por uma base, um corpo, um fornilho, um abafador e uma mangueira. Falaremos um pouco mais sobre cada uma das partes:

Base: parecida com um vaso ou jarro, é a peça central do narguilé, e é nela onde a água é colocada. Líquidos como sucos, arak e essências naturais também são utilizados no narguilé, mas de maneira menos popular. Geralmente a base do narguilé, decorada com desenhos e outros detalhes estéticos, é feita de vidro, mas há versões de cerâmica e metal.

Corpo: é a peça responsável pela sustentação do fornilho. O corpo do narguilé apresenta formato cilíndrico e é conectado à base.

Fornilho: também chamado de cabeça, rosh ou cerâmica, o fornilho é a a parte do narguilé onde o tabaco ou outras ervas são depositadas. Por cima do tabaco é colocado o carvão em brasa.

Abafador: o abafador é feito de metal e geralmente é alto, possibilitando que a brase seja protegida do vento. Desta forma, o carvão não é consumido de maneira tão rápida.

Mangueira: a mangueira é o condutor da fumaça, possibilitando que esta seja aspirada pelo usuário. A mangueira tem uma das pontas ligadas à piteira, e a outra encaixada ao corpo do narguilé, na parte superior. É comum que o narguilé apresente diversas mangueiras, possibilitando que outras pessoas fumem ao mesmo tempo, desde que o narguilé possua válvulas especiais que possibilitam que a fumaça seja tragada entre todos de maneira simultânea.

Narguilé: Funcionamento e Essências

O narguilé funciona da seguinte forma: quando o usuário aspira o ar através do tubo, a pressão no interior de sua base é reduzida, possibilitando assim que o ar aquecido por meio do carvão passe pela essência, seja ela tabaco ou outras ervas. A fumaça desce através do corpo do narguilé até a base, onde a água a resfria e a filtra, retendo as partículas sólidas. Em seguida, o usuário aspira a fumaça.

essência-narguilé

O fumo do narguilé é feito especialmente para tal finalidade. Geralmente feito com melaço, aromatizantes e frutas, o fumo apresenta essências com diversos aromas, como maçã-verde, pêssego, uva, coco, mel, menta e flores. Apesar de existirem fumos para narguilé que não são aromatizados, dificilmente este tipo é encontrado nos dias de hoje, já que as essências aromatizadas agradam mais os usuários.

Narguilé: Limpeza e Saúde

Existem aparatos especialmente feitos para a limpeza adequada do narguilé, amplamente comercializados em tabacarias e lojas especializadas neste tipo de produto. Outra forma de se limpar o narguilé é através do uso do ar comprimido em seus componentes. A água não deve ser utilizada na limpeza do narguilé, pois há partes que podem oxidar.

Apesar de amplamente ter sido difundida a ideia de que o narguilé é menos prejudicial do que o cigarro, diversos estudos apontam o contrário. Uma pesquisa realizada na Universidade de Brasília, por exemplo, apontou que uma sessão de narguilé equivale ao ato de se fumar 100 cigarros. Já a quantidade de substâncias tóxicas, bem como de fumaça, são iguais em ambos os casos.

narguilé-e-saúde

Contrariando a crença popular de que a água do narguilé filtra as impurezas da fumaça, quem fuma narguilé ingerir 60 vezes mais alcatrão do que quem fuma apenas o cigarro comum. Além disso, a sua fumaça pode contribuir para o desenvolvimento de doenças cardíacas, câncer de pulmão e enfisemas.

Preços de Narguilé

Existem narguilés de diversos tamanhos e materiais, com preços podem variar entre R$ 50, R$ 100, R$ 500 a até valores acima dos R$ 1000. Os fumos do narguilé também têm seus preços variados de acordo com a origem da fabricação, bem como de acordo com as essências utilizadas.

Comentários

comentários