Helvetica ou Arial?

Categoria Fonte

Já ouvi frases como: “esse caractere aqui é a Helvetica ou a Arial?”. As vezes até eu me pego tentando decifrar os detalhes da fonte Helvetica, voltando de metro, por exemplo. Essa história já está tão conhecida, que eu acho que todo mundo não consegue dar uma comparadinha quando pode. Mas acho que cada fonte tem seus detalhes e características próprias, assim como nós, não é mesmo?

A fonte Helvetica, aclamada no mundo inteiro como uma fonte moderna e estruturada, faz bonito em milhares de cartazes, brandings e trabalhos diversos pelo mundo afora. Uma fonte imponente, sem serifa, de formas firmes, encorpada, é uma parente bem próxima da Akzidenz Grotesk: fonte suíça, classificada como grotesca e projetada em 1896.

A Helvetica foi projetada em 1957 por Max Miedinger, e vem classificada como uma transição do grotesco, sem serifa.

Já nossa colega Arial, foi projetada em 1982 por Robin Nicholas e Patricia Saunders para a Monotype – diferentemente do que as pessoas acham, não foi projetada diretamente para a Microsoft – sendo classificada como “neo grotesca”. O nome original era Sonora Sans Serif, e foi projetada para uma impressora IBM. Foi fornecida com o Windows 3.1, e até hoje é uma das fontes principais do sistema Windows, somente perdendo para a Calibri.

Temos uma grande diferença de história e tempo, não acham? Mesmo assim, muitos dizem que a fonte foi copiada. Vamos nos focar nos detalhes e na concepção delas.

Mas mesmo assim, acho necessário que se faça uma comparação sim, porque, querendo ou não, as fontes tem um peso, formas e detalhes parecidos. Mas as diferenças são os pontos fundamentais que eu irei abordar aqui.

Apresentando: Arial e Helvetica. Irei exemplificar os detalhes diferentes de acordo com a cor: Arial (stroke vermelho) e Helvetica (stroke preto).

Captura-de-Tela-2012-08-29-às-22.59.48-610x523

Captura-de-Tela-2012-08-29-às-23.01.31-610x525

Apresentados. Talvez de cara assim, você não ache nenhuma diferença entre as duas. Irei dar uma dica que é a mais perceptível de cara: os terminais da fonte Arial são angulados, enquanto os da fonte Helvetica são retos. Agora vamos ver mais diferenças:

Pra começar de um jeito mais fácil irei mostrar uma das maiores diferenças, o “G” maiúsculo:

Captura-de-Tela-2012-08-29-às-22.45.09-610x524

Captura-de-Tela-2012-08-29-às-23.14.05-610x525

O “R” com uma curvatura diferente.

Captura-de-Tela-2012-08-29-às-22.41.45-610x525

Captura-de-Tela-2012-08-29-às-22.48.37-610x525

Para mim, a diferença mais fácil de recordar é o A. O terminal, juntamente com a curva arredondada da Helvetica sintetiza toda a diferença.

Captura-de-Tela-2012-08-29-às-22.42.37-610x524

Outra característica fácil de recordar é o “t”.

Captura-de-Tela-2012-08-29-às-22.43.53-610x523

Captura-de-Tela-2012-08-29-às-22.50.09-610x524

E aí? Com um olhar mais atento e detalhista, tudo fica mais fácil!

Este artigo foi útil?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos ainda)
Loading...

Comentários

comentários