Precisa ter só uma grande ideia por vez

0
370

Tenho notado que alguns alunos e designers não utilizam a consistência da ideia na hora de fazer uma identidade visual ou uma campanha. Um dos exercícios que dei em aula foi construir uma repetição a partir de alguns símbolos e criar um padrão. Esse mesmo processo foi replicado depois, quando eles tiveram que usar os mesmos símbolos para construir um ícone para uma marca e usar os mesmos elementos para construir uma “textura” que deveriam aplicar no verso de um cartão de visitas, por exemplo.

Outro caso de falta de consistência que pode gerar mais trabalho além do necessário foi em outra matéria onde os alunos tinham que construir peças multissensoriais e um deles teve várias ideias interessantes, uma em cada peça, para a mesma campanha. Não precisava, apesar das ideias serem legais e divertidas. Para manter a conexão entre as peças na mesma campanha, a ideia tem que ser central e adaptada da melhor maneira para cada peça.

O importante é escolher a ideia que vocês acham vencedora e replicá-la, adaptando-a, nos vários meios. Caso contrário, as pessoas podem não notar que é a mesma marca ou a mesma campanha daquela marca. Você, criador, vai saber, mas os usuários desavisados não. É como trocar totalmente a navegação em um mesmo site: as pessoas se perdem. Repetição aqui equivale a reforço de marca e não a falta de ideias.

Um bom exemplo da aplicação consistente do mesmo conceito em uma identidade visual são os trabalhos abaixo, dentre meus preferidos, que achei pela web.

02

03 04 05 06 07 08 09 10 (1) 11

Precisa ter só uma grande ideia por vez
5 (100%) 2 votos